brand2biz

por Tatiana Paiva

07 de maio 2021

Compartilhe

Série “Humanitech”: o impacto da transformação digital no sexo, morte, fé e amor

Tatiana Paiva

Além de serem temas elementares da raça humana, sexo, morte, fé e amor são também vistos como tabus, assuntos indiscutíveis. 

A série Humanitech nasce justamente para deixar qualquer melindre e entender a relação desses aspectos fundamentais com uma tendência que, à primeira vista, nada tem a ver com eles: a transformação digital.

Nós preparamos um compilado com os highlights de cada uma das matérias. O conteúdo completo você encontra aqui no nosso blog.

Série “Humanitech” #1: Osé e a indústria hi tech do sexo

“A médica [Lora Haddock] acredita que a sociedade está num ponto de virada em relação à saúde e ao bem-estar sexual, e que a tecnologia tem um papel de destaque nesse contexto. Os chamados “brinquedos” sexuais não servem mais somente para “diversão”, mas ganharam, nos últimos anos, fins terapêuticos, tratando disfunções sexuais comuns e que, em geral, encontram pouca resposta com terapias convencionais.”

Série “Humanitech” #2: Como as “death techs” estão transformando a nossa relação com a morte

“A Covid-19 nos obrigou a fazer mudanças, até quando mais dói. Para evitar aglomerações, cerimônias religiosas, velórios e funerais ganharam transmissões ao vivo em tempos de isolamento social, na tentativa de preencher minimamente o vácuo da ausência, de abraços impossíveis e do luto solitário. Mas esse é só um exemplo de como a tecnologia e a transformação digital estão impactando a indústria da morte. E esse ciclo entrou em curso antes mesmo da pandemia.”

Série “Humanitech” #3: A fé é aquilo que a tecnologia revela em você?

“Missas e cultos online, lives com líderes religiosos e uso das mídias sociais para a divulgação e propagação da fé ajudaram a manter as pessoas conectadas com sua espiritualidade quando elas mais precisavam. E ainda teve igreja que não precisou fechar suas portas desde o início da pandemia, pois, na realidade, elas nunca tinham sido abertas. A VR Church, por exemplo, é uma igreja em realidade virtual criada pelo pastor DJ Soto, que segue os mesmos princípios e rituais de outras instituições cristãs tradicionais. Ela foi criada com a proposta de que as novas tecnologias contribuam para a propagação da fé para mais pessoas.”

Série “Humanitech” #4: A inteligência é artificial – e o amor por ela, também

“Há quem leve essa relação ao extremo, deixando de entender a tecnologia como meio para encará-la como resultado. Há décadas a ficção retrata histórias de amor entre homens e máquinas, de acordo com a evolução tecnológica da época. “Cherry 2000”, “Mulher nota 1000”,  “Blade Runner”, “Amores Eletrônicos” e, o mais recente, “Ela”, são títulos que narram o imaginário popular – que nem sempre é tão imaginário assim.”

Que tal deixar os tabus de lado e maratonar esses conteúdos?

Leia também

Não olhe para baixo

Eu desejo que você, um dia, permita-se experimentar o estado bruto da existência. Por que? Por
minds in trees

Transformação pessoal: 5 pensamentos que vão mexer com você

Veja alguns dos insights de destaque do Innovation Forum On 2021, realizado pela ScanSource Brasil com curadoria de ...
minds in trees

Assine nossas newsletters

Obrigado pelo cadastro! Nenhuma newsletter selecionada! E-mail em formato incorreto!