brand2biz

por Tatiana Paiva

07 de julho 2021

Compartilhe

(Des)Aprendendo com o Exemplo: “Ciência é um nome que assusta, mas é algo muito natural”

O PhD Michel Soane explica a natureza do método científico, sua relação com o nosso dia a dia e a importância da ciência para superar epidemias – de vírus e de negacionistas

Tatiana Paiva

“Raciocínio científico é algo que vamos desenvolvendo, mas já nascemos com ele”. 

Seja lá qual for a sua área de atuação, é bem provável que você tenha mais em comum com um cientista do que pode imaginar. Ou melhor, você pode até ser um cientista dentro da área que domina – como quando a curiosidade faz pesquisar mais a fundo sobre determinado assunto, ou quando entende padrões e os aplica aos métodos de trabalho, por exemplo. 

Esses conhecimentos (e muitos outros) foram compartilhados pelo Dr. Michel Soane, PhD em Infectologia e gerente sênior de assuntos científicos da EUROIMMUN Brasil em mais uma live da série (Des)Aprendendo com o Exemplo. “Como a curiosidade e a construção de conhecimento podem nos salvar de devaneios, medos e pandemias?” foi o tema do bate-papo com a Silvia Paladino, que destacou a importância da ciência para lidar com momentos como o que estamos vivendo.

Michel ainda falou sobre piores práticas que envolvem negacionismo e posicionamentos baseados em opiniões, não em evidências. Veja os highlights da conversa:

  1. Desconhecimento

Para o pesquisador, a falta de ensinamento sobre ciência na educação formal é uma grande barreira. “Como a criança aprende? Ela observa, tenta fazer e descobre se aquilo dá certo ou não. O método científico atua da mesma forma, sempre baseado na observação, geração da hipótese e comprovação. Muitas vezes, perdemos esse senso por conta da nossa educação. Ciência é um nome que assusta, mas é algo muito natural”.

  1. O valor das perguntas

“Com a observação das coisas sempre ficam enraizadas muitas perguntas, e é isso que nos move. O cientista tem um ideal muito forte, seja em qual área for: quer, de alguma forma, produzir conhecimento e ajudar a sociedade”.

  1. A desmistificação do pesquisador

Soane acredita na capacidade científica do Brasil, mas lembrou, durante a live, que a academia ainda é um círculo bastante fechado. “A profissão de pesquisador não é regulamentada. Temos professor pesquisador e alunos pesquisadores. São esses dois grandes grupos que fazem ciência no país. Esse modelo precisa mudar. Hoje, para ser pesquisador, é preciso estar dentro de uma universidade (geralmente pública) ou dentro de uma empresa, e não deveria ser assim. Se a sociedade entendesse como a ciência é importante, veríamos que todos somos cientistas em nossas áreas”.

  1. Conhecimento baseado em evidências

O cientista fala também sobre os questionamentos à ciência desde o início da pandemia. “Quando surge uma nova evidência, muda completamente o raciocínio, e muitos questionam: “ninguém sabe de nada”, “cada hora a ciência diz uma coisa”. Mas é assim que ela trabalha. As evidências caminham para um lado e depois podem caminhar para outro. A junção de a+b+c me leva a conclusões diferentes de quando eu sabia somente sobre a. Tudo isso é baseado em evidências, não em opiniões”.

  1. Cuidado com a pseudociência

“Existe negacionismo dentro do próprio mundo acadêmico. Mas é importante destacar que a pseudociência não leva em consideração todas as variáveis que envolvem determinado fenômeno. A pseudociência até pode se basear em evidências, mas seus métodos não são muito confiáveis”.

Quer saber sobre todos os assuntos abordados na live? Dê o replay na transmissão, que já está disponível no nosso IGTV!

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por agência essense (@agencia_essense)

Saiba mais:

(Des)Aprendendo com o Exemplo: “A vida é muito curta para gastar com pessoas ruins”, com Ken Fujioka

(Des)Aprendendo com o Exemplo: “Quando tudo falha – o físico, o psicológico, o mental – você levanta e diz: eu não posso morrer aqui”

(Des)Aprendendo com o Exemplo: “não existe planilha que não seja enganável”

Leia também

Não olhe para baixo

Eu desejo que você, um dia, permita-se experimentar o estado bruto da existência. Por que? Por
minds in trees

Transformação pessoal: 5 pensamentos que vão mexer com você

Veja alguns dos insights de destaque do Innovation Forum On 2021, realizado pela ScanSource Brasil com curadoria de ...
minds in trees

Assine nossas newsletters

Obrigado pelo cadastro! Nenhuma newsletter selecionada! E-mail em formato incorreto!